quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

A geléia de morango


Nessa linha profissional de fazer fotos de casamento, que iniciamos timidamente em 2009, acabamos por participar de momentos muito importantes das vidas das pessoas. Estar presente, registrando isso para sempre, é uma responsabilidade muito grande. Mais que fotógrafos e produtores do álbum dos noivos, sei que estamos acompanhando pessoas prestes a pisar em um sonho muito esperado. Para estarmos ali sem interferir na cena daquelas vidas, procuramos ser expectadores.

Mas nem sempre acontece dessa forma. E foi assim que no último domingo passamos momentos muito felizes ao lado de duas famílias sensacionais. O casamento da Renata e do Dani, nos rendeu mais do que boas fotos, mas momentos singulares. Acompanhei a preparação da noiva, ao lado do Gustavo. Durante toda tarde conheci melhor uma menina suave, sensível e extremamente bela. Daquelas belezas que começam por dentro, e acabam coroando um físico belíssimo. Durante a sessão de fotos no salão, fomos conversando e fui entendendo melhor aquele amor que em poucas horas seria sacramentado. Enquanto isso o Nauro estava com o Dani, já no local do casamento. Assim como a Renata, ele é daquelas pessoas que falam na altura da calma. Que passam paz interior pelo tom de voz. Uma duplinha rara, nos agitados dias de hoje.

A cerimônia de casamento foi o retrato disso tudo. As duas irmãs foram responsáveis por dividir com os convidados a história do casal, desde o começo. Cada uma com sua cor e seu estilo, duas irmãs que tinham em comum bem mais do que o ar despojado. Mas sim um carinho e admiração imensa pelos seus irmãos. Finalizaram aquele momento com uma frase linda, do poeta Mário Quintana. Celebraram aquele amor, de verdade, e tive o privilégio de assistir a uma das mais belas cerimônias de casamento que já vi.

Nesse mesmo clima e intensidade, rolou a festa. Com cardápio vegetariano, guitar play, muitos flashes, cup cakes fantásticos e...a geléia de morango da Ceres. Naquele cenário de tantos detalhes simbólicos, a lembrancinha do casório não poderia ser mais apropriada. A Ceres é a mãe do noivo, e fez pequenos potinhos de geléia de morango para os convidados levarem aquele doce-carinho para suas mesas de café. Ganhei dois potinhos e trouxe para o meu momento preferido entre todas as refeições.

Ontem, a Sofia inventou de fazermos um pic-nic na sala, e lembramos de colocar a geléia entre as “deliciuras”. Quando botei aquele pedacinho de doce na boca, senti o sabor das tardes inesquecíveis na casa da Voinha. Foi uma viagem ao encontro da minha avó mimosa, com quem vivi momentos que estão impressos nas minhas melhores páginas de vida.

A Voinha morreu com 91 anos, muito bem vividos, diga-se de passagem. A história dela vale muitos posts, mas resumo aqui a história de uma costureira que ficou viúva cedo e tinha sete filhos para sustentar. Começou a costurar para fora para alimentar a prole. Ao longo de muitas décadas, fez a “Regalo”, uma confecção de lingerie que foi um verdadeiro sucesso. Depois de aposentada, começamos as duas juntas a inventar outras “modas”.

De início pensei em uma forma de manter a Voinha conectada com o mundo. Mera ilusão, ela não só se conectou ao mundo como começou a produzir geléias deliciosas, que eu vendia na Prefeitura, para meus colegas na época. A coisa cresceu tanto, que fizemos embalagens personalizadas. Ela costurava as “saias” para os potinhos e eu fiz uma etiqueta personalizada, que tinha até o SAC para os clientes. Abaixo divido com vocês essa divertida lembrança, que hoje serve para matar a saudade de uma pessoa muito especial, que tive o prazer de dividir momentos únicos da vida.

Por isso te agradeço Ceres, porque a geléia de morango me alimentou a alma nesse finalzinho de 2009. São essas as verdadeiras delícias da vida!

4 comentários:

Céres disse...

mais um presentaço de final de ano! li o post com os olhos marejados ... é assim quando a alma transborda! não escreverei mais nada a não ser: obrigada!
beijos mis

Renata disse...

Também fiquei emocionada com esse post, e com o carinho de vocês! Beijos!

Monica disse...

Querida Gabi, foi um prazer imenso estar com vocês no domingo! E, lendo o post, senti novamente o clima mágico e emocionante que nos envolveu ao longo daquele dia tão especial! Obrigada! Feliz 2010 para todos nós!!!

.justlow disse...

Oi achei seu blog no de uma amiga minha ,gostaria de poder segui-la , espero que venha conferir meu blog e que me siga tbem :]
para que possa compartilhar do meu dia-a-dia !
Bjos te espero ;*